Mimo 2015: com virtuosismo, violonista espanhol abre festival em grande estilo

 

Osmar Portilho - O violonista espanhol Daniel Casares

Por - Atualizado em 14/11/2015

Impossível entrar na Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro, e não ficar impressionado com o tratamento que este ponto turístico recebeu para dar o pontapé inicial no festival Mimo 2015. Com uma iluminação belíssima em seu interior, o local teve nessa sexta-feira (13) a apresentação do violonista espanhol Daniel Casares, considerado por muitos um possível sucessor do gênio Paco de Lucia.

Virtuoso, o músico foi acompanhado por músicos igualmente técnicos da Orquestra Sinfônica Cesgranrio, regida por Eder Paolozzi. O público encheu a igreja e vibrou com os fraseados do violonista de 35 anos que interpretou Concierto de Aranjuez, um clássico espanhol que completa 75 anos.  Esta é a primeira vez de Casares no País e seu primeiro encontro com o público brasileiro também rendeu a execução de La Luna de Alejandra.

Casares impressiona por sua intensidade ao violão, tanto quando ataca as escalas flamencas com muita técnica, velocidade e agressividade, quanto nas parte melódicas das obras, onde trabalha os fraseados melódicos com delicadeza e precisão.

A união pra lá de interessante entre orquestra e um violonista trouxe uma fusão sonora da melhor qualidade quando falamos em música instrumental.

Ao fim da apresentação, Casares e a orquestra foram ovacionados de pé pela plateia. O músico agradeceu a presença de todos e fez questão de atender alguns fãs que se aproximaram dele ao fim do concerto.

 

Fuente: virgula.uol.com.br

 

Veja fotos do concerto de Daniel Casares no Mimo 2015

Créditos: Osmar Portilho

 

 

           

Tags relacionados

/ / / /